A nossa base na Marina Parque das Nações (I)

3

DSC_0014

DSC_0023A Marina do Parque das Nações, é uma marina internacional no estuário do Tejo, que pelas condições que oferece e pela sua localização, se recomenda a quem pretenda desfrutar da Cidade de Lisboa, da náutica de recreio, da pesca desportiva, dos passeios, do birdwatching …
Aproveitando as potencialidades que a Marina apresenta, elaborámos um plano de passeios, visitas e atividades, entretanto já iniciado, e do qual oportunamente daremos nota e faremos a indispensável divulgação.

 

DSC_0127Algumas das abordagens são:

O Tejo e a Cidade de Lisboa
Ver Lisboa a partir do Tejo é algo de inesquecível, tendo a Marina do Parque das Nações uma excelente localização para, a partir dela, navegar o Tejo para jusante e apreciar Lisboa Oriental, Central e Ocidental. A perspectiva das casas e monumentos, iluminados pela luz única de Lisboa, as variações de luminosidade consoante o período do dia, o efeito das sombras nos edifícios, os telhados, enfim um sem número de aspectos de um quadro que só cada observador valorizará.

Os passeios no Tejo tendo como base a Marina do Parque das Nações
A localização da Marina do Parque das Nações junto ao Mar da Palha tem excelentes condições para, a partir dela, iniciar passeios a uma das mais importantes zonas estuarinas da Europa. Os contextos históricos e geográficos são relevantes. O Tejo e as zonas ribeirinhas “têm muito para contar” …

– Visita aos avieiros
– As zonas ribeirinhas da margem sul
– Viagem a Vila Franca
– Até às Valas do Ribatejo
– Até ao Bugio
– Até ao Seixal

A subida do Tejo
O Tejo é um rio navegável! Há que explorá-lo, ele vai surpreender-nos.

A observação de aves
A Reserva Natural do Estuário do Tejo, tem excelentes condições para a para observação da natureza e de aves no seu habitat birdwatching.

A pesca desportiva
A localização da Marina junto ao Mar da Palha proporciona aos pescadores desportivos um excelente plano de água onde podem ser praticadas técnicas de pesca como são exemplo o light jigging, a pesca com vinis, o corrico, o spinning, a pesca ao fundo e à deriva. A enorme variedade de espécies que, consoante a época do ano podem ser capturadas nas águas do Tejo, são um bom argumento para os pecadores desportivos manterem as suas embarcações e kayaks na Marina do Parque das Nações.
Os pescadores sénior que prefiram águas abrigadas para pescar, encontram aqui os spots ideais, onde poderão ensinar eventualmente os seus netos e sobrinhos em segurança, com probabilidade de êxito nas capturas, muito importante na satisfação das expectativas dos mais novos.

Mais informações sobre a infra-estrutura:
http://www.marinaparquedasnacoes.pt/pt-pt/

Partilhe

Acerca do Autor

A redacção da Náutica Press prepara artigos e notícias do seu interesse, mantendo-o ao corrente do que se passa no universo da náutica de recreio e da náutica em geral, em Portugal e no Mundo.

3 Comentários

  1. Pingback: Ininarnumma

  2. Pingback: Ininarnumma

  3. Pingback: Ininarnumma

Deixe Resposta