Navegar em: Empresas & Negócios

Empresas & Negócios empneg/terraincognita071207/abertura.jpg
0

 A Terra Incógnita é uma empresa com sangue nacional que, desde o início, veio provar que a vela pode ser um desporto de massas e um elo de ligação entre as pessoas. Bernardo Queiroz, o mentor do projecto, pensou-o bem cedo, enquanto escola de vela, e em poucos anos transformou-a numa das maiores da Península Ibérica. Hoje, vive dos alunos, da publicidade e dos eventos para empresas. Mas sobretudo de uma equipa dedicada que quis provar que era possível fazer melhor em Portugal.

Empresas & Negócios empneg/dnd141107/abertura.JPG
0

 Primeiro chegou a venda pela Internet e catálogo e só depois a venda num espaço físico. A ordem é invulgar em Portugal, mas foi a receita de sucesso para a DND. A empresa nasceu das mãos de aficionados da náutica, que sentiram que faltava um espaço para vender aprestos marítimos, electrónica e acessórios essenciais ao dia-a-dia de quem navega. Hoje, a loja de Lisboa é maior e abarca 15 mil referências, mas a procura justifica a abertura de mais lojas em Portugal e lá fora.

Empresas & Negócios empneg/limatla041007/abertura.jpg
0

 A Limatla é uma empresa do Norte com mais de 25 anos. Apesar do notório crescimento, o administrador, Rui Ferreira, não tem projectos megalómanos para o negócio. Às marcas Monterey e Sessa vai juntar-se a Starfisher, mas a empresa quer continuar familiar. O grande objectivo será, agora, ampliar as instalações e as vendas ao Norte de Espanha, tirando partido da boa localização da sede.

Empresas & Negócios empneg/searay120607/abertura.jpg
0

 A Grécia foi o País escolhido pelo grupo Brunswick para apresentação aos jornalistas da imprensa europeia dos novos modelos para 2008 das suas marcas Sea Ray, Boston Whaler, Baja e Sea Pro

De 16 a 19 de Maio, na maior concentração até à data, 60 jornalistas de 20 países e representando 45 revistas estiveram reunidos no complexo Astir Palace para efectuarem testes aos novos modelos.

Empresas & Negócios empneg/angelpilot090507/abertura.jpg
0

 A Angel Pilot, empresa de Alessandro Balzer com sede na Lagoa (Algarve), começou no negócio dos jet skis quando ainda não havia praticamente mercado em Portugal. “Não havia oferta. Cheguei a pensar comprar o meu primeiro jet ski por catálogo”, disse o director da empresa. Hoje, a Angel Pilot tem uma facturação anual de 2,5 milhões de euros e está presente em três localidades, com produtos que vão além das motos de água, como barcos, motores, acessórios e motos 4 e motos, no segmento terrestre.

Empresas & Negócios empneg/bhamel010207/abertura.jpg
0

 Blue Boats e Golden Sea são duas empresas que surgiram apenas há alguns meses no Algarve, mas Barbara Hamel, a alma que está por detrás do negócio, já é conhecida no meio pelas várias marcas que trouxe para o mercado português. A empresária alemã comercializa as embarcações italianas da Azimut, Cranchi e Rancraft em Vilamoura e vai abrir um novo espaço de venda em Lisboa já este ano. O negócio, que deverá ascender aos oito milhões de euros em Portugal, já está a ser alargado ao mercado angolano.

Empresas & Negócios empneg/garmin241106/abertura.jpg
0

 A Garmin, empresa fabricante de aparelhos de navegação, apresentou recentemente os resultados do terceiro trimestre de 2006. As vendas aumentaram 62% para 408 milhões de dólares (321 milhões de euros) em comparação com o mesmo período de 2005, mas nem por isso o mercado ficou satisfeito com a notícia. Os ganhos por acção – de 19% na comparação por trimestres e 48% em termos anuais – corresponderam às previsões dos investidores, mas a facturação esperada superava os 420 milhões de dólares.

Empresas & Negócios empneg/ferretti101106/CRNAbility54m.jpg
0

 Dois amantes do mar, os irmãos Alessandro e Norberto Ferreti, criaram uma divisão de náutica na empresa da família. Em 1971, produziram o que viria a ser o primeiro barco a motor da Ferretti. Passados quase 40 anos, depois da aquisição de várias empresas dentro da área, o grupo destaca-se mundialmente pelo design, construção de iates de luxo e barcos desportivos. Mas foi em 2006 que recebeu a confirmação de que era a maior empresa de Itália e a 28.ª na lista das 500 empresas que mais crescem na Europa. A posição foi atribuída pela revista inglesa Business Week, que todos os anos faz um ranking com base no crescimento anual, volume de vendas e número de empregados.