CTT apresentam emissão de etiquetas sobre salvamentos no Mediterrâneo

0

Os CTT apresentam uma emissão de etiquetas filatélicas sobre os salvamentos no Mediterrâneo realizados pela Marinha Portuguesa, Autoridade Marítima Nacional e Guarda Nacional Republicana.

A Marinha Portuguesa, através das suas Unidades Navais, tem vindo a participar, desde 2006, em operações no Mediterrâneo Oriental e Ocidental com os principais objetivos de colaborar na redução do fluxo de migração irregular em direção às fronteiras externas da União Europeia, apoiar as operações de busca e salvamento marítimo e contribuir para identificação atempada de pessoas em situação particularmente vulnerável.
A Autoridade Marítima Nacional, através da Polícia Marítima, encontra-se integrada na Operação POSEIDON, desde 2014 e, ininterruptamente, deste 1 de maio de 2017 até aos dias de hoje, sob a coordenação da agência europeia FRONTEX, com o objetivo de controlar e vigiar as fronteiras marítimas gregas e externas da União Europeia, no combate à migração irregular com destino à Grécia, no âmbito das funções de guarda costeira europeia.
A Guarda Nacional Republicana (GNR), através da sua Unidade de Controlo Costeiro, para além das missões que desenvolve em território nacional, como são a vigilância, patrulhamento e interceção na costa e mar territorial, contribui também para o esforço europeu de controlo da fronteira externa da
União Europeia, local onde, nos últimos anos, tem sido recorrente a existência de fluxos migratórios utilizados por um vasto número de cidadãos de países terceiros. O objetivo da GNR é cooperar com as restantes forças e agências europeias para a redução da perda de vidas humanas no mar.
As ilustrações das etiquetas estiveram a cargo de Luís Taklim.

Partilhe

Acerca do Autor

A redacção da Náutica Press prepara artigos e notícias do seu interesse, mantendo-o ao corrente do que se passa no universo da náutica de recreio e da náutica em geral, em Portugal e no Mundo.

Deixe Resposta