Câmara de Faro apresenta projeto de reconversão do cais comercial

0

- Projeto da Câmara de Faro e do Centro de Ciências do Mar do Algarve

- Plano de renovação urbana e centro de investigação criam 1500 postos de trabalho

- Um centro de investigação com capacidade para 300 investigadores, um aquário, um centro de congressos, uma incubadora de empresas e espaços comerciais e de restauração são a aposta da Farformosa

Farformosa2Foi apresentado, na semana passada na Biblioteca Municipal de Faro, o projeto Farfomosa da autoria do arquiteto Pedro Vaz.
Uma nova identidade para uma zona de 18 hectares da cidade de Faro situada junto ao cais comercial da cidade e que envolve uma antiga zona industrial atualmente ao abandono é o principal objetivo do Farformosa. Prevê-se que o projeto venha a criar mais de 1500 postos de trabalho diretos.
Além de uma componente de requalificação urbana, o projeto apresenta como eixos fundamentais o conhecimento e as ciências do mar, estando prevista a construção de um aquário e do Centro de Investigação do CCMAR – Centro de Ciências do Mar do Algarve.
Um espaço com dimensão internacional que estará interligado a uma rede mundial de laboratórios que operam nesta área. Estará equipado com materiais de excelência, para que os mais de 300 investigadores possam trabalhar com qualidade.
O Centro de Investigação do CCMAR é o coração deste projeto, mas vão ser criados equipamentos com multifuncionalidades. É o caso do Centro de Congressos, com auditório principal com capacidade para 1200 lugares. Uma aposta do Município, por não existir nenhum na região.
Serão ainda criadas três unidades hoteleiras, com o objetivo de dar uma resposta às necessidades do distrito, que tem registado um acentuado crescimento de turistas. De sublinhar que Faro tem ainda a mais valia de ter um aeroporto, o que lhe dá centralidade ou seja é um ponto de chegada e partida de todos os que chegam a Sul por via aérea.
O projeto inclui também um centro de incubação de microempresas, na área da biologia marinha e um pólo de desenvolvimento da Universidade do Algarve. O Farformosa prevê ainda a criação de uma área para residências sénior assistidas, inexistentes no distrito, uma necessidade urgente e crescente dos dias atuais.
Para garantir a qualidade e multifuncionalidade do espaço urbano considerou-se a implantação de uma marina com 400 amarrações. Nas suas imediações funcionará uma escola de vela e um estaleiro para reparações navais.
Este projeto de intervenção resulta de um protocolo inicial entre o Município de Faro e o CCMAR, que rapidamente reuniu à sua volta outras entidades.

Farformosa4O projeto Farformosa em números
Centro de Investigação: Capacidade para 300 investigadores
Aquário: Área de 7000 m²
Centro de Congressos: Capacidade para 1200 pessoas
Incubadora de empresas: Espaço para 20 empresas
Centro Náutico: 3050 m²
Marina: 400 lugares de amarração
Reparação naval: Área de 3900 m²
Hotéis: 3
Residências assistidas: 63 moradias + 40 quartos
Comércio e serviços: Área de 23 380m²
Espaços comerciais e restauração: 11 500m²Farformosa5

Partilhe

Acerca do Autor

A redacção da Náutica Press prepara artigos e notícias do seu interesse, mantendo-o ao corrente do que se passa no universo da náutica de recreio e da náutica em geral, em Portugal e no Mundo.

Deixe Resposta